Make your own free website on Tripod.com
VII Copa do Mundo da FIFA - 1962
Coutinho
Home

60917_7.jpg

Antônio Wilson Vieira Honório, conhecido como Coutinho (Piracicaba, 11 de junho de 1943) é um ex-futebolista brasileiro.

Jogou no Santos Futebol Clube durante a "era Pelé". Era considerado o grande parceiro do Rei. Muito habilidoso fez grandes jogadas com Pelé (as famosas "tabelinhas", ou seja, passes seguidos de um para o outro, algumas vezes usando só a cabeça, e que geralmente acabava com um dos dois chutando à gol).

Ele chegou muito novo ao Santos, descoberto pelo técnico Lula. Mas acabou encerrando a carreira precocemente, devido a sua tendência para engordar. Era para ser o titular da Seleção Brasileira na Copa de 1962, mas se machucou na véspera da competição e perdeu o lugar para o experiente Vavá, campeão de 1958.

Coutinho tinha como principais virtudes a frieza e a tranqüilidade nas finalizações. Ele tinha duas grandes características: driblava os adversários em poucos espaços e finalizava um lance com uma perfeição raramente vista. Dessa forma, recebeu o apelido de "gênio da pequena área", superando outros centroavantes que também se destacaram no clube, como Toninho Guerreiro e Feitiço.

De 1958 a 1970, vestiu a camisa do Santos, conquistando 22 títulos e marcando 370 gols, em 457 partidas. Foi seis vezes campeão paulista (1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967), ganhou cinco Taças Brasil (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965), duas Taças Libertadores da América (1962 e 63), dois Mundiais Interclubes (1962 e 1963), quatro Torneios Rio-São Paulo (1959, 1963, 1964 e 1966), uma Recopa Sul-Americana (1968), uma Recopa Mundial (1968) e um Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1968). Foi também campeão mundial pelo Brasil na Copa de 1962.

Volta à página principal